CUIABÁ

POLÍTICA

Prefeito de Jangada é eleito novo presidente Consórcio Intermunicipal de Saúde

Publicado em

POLÍTICA

Foto: Divulgação.

O prefeito de Jangada Rogério Meira (PP) foi eleito por unanimidade o novo presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Vale do Rio Cuiabá (CISVARC), demonstrando uma ascensão política diante da dinâmica gestão jangadense e grande trânsito perante os prefeitos da Baixada Cuiabana, com 13 municípios associados. Além disto, possui apoio incondicional dos valorosos deputados Max Russi e Neri Gueller, que estiveram presentes na reunião e colocaram-se à disposição para alavancar cada vez mais esse importante instrumento de saúde para os milhares de cidadãos das cidades reunidas.

– NOTÍCIAS EM TEMPO REAL: participe do grupo do MT Notícias no WhatsApp e acompanhe tudo em primeira mão. Inscreva-se aqui!

Na mesma assembleia foi eleito o valoroso prefeito Natal Alves, como vice-presidente.

Rogério Meira fez questão de enaltecer a gestão da prefeita Marilza Augusta de Oliveira (Nova Brasilândia), que transformou o CISVARC em uma grande ferramenta de consolidação da saúde nos municípios, sempre alcançando bons resultados e economia aos cofres públicos, havendo muita eficiência, esmero e empenho da prefeita, bem como também comprometimento de toda a equipe coordenada pelo brilhante Secretário Executivo Edimar Rodrigues Silva.

Leia Também:  Auxílio Brasil e vale-gás são pagos hoje; veja quem recebe

“Vamos continuar esse trabalho, pois os nossos munícipes merecem o melhor de nós e vamos percorrer todos os caminhos necessários para outorgar saúde de qualidade em nossas cidades, transformando tristes realidades em redenções para salvar vidas. Ninguém faz nada sozinho, precisamos do Governo Federal, Estadual e prefeitos reunidos. Estou animado e quero contribuir com mais desenvolvimento nessa área”, disse Rogério Meira

Fizeram uso da palavra e estiveram presentes os prefeitos Alex (Rosário Oeste), Tatá Amaral (Poconé), Margareth (Barão de Melgaço), Marilza (Nova Brasilândia), Osmar Froner (Chapada dos Guimarães) e Natal Alves (Planalto da Serra).

Também estiveram presentes também vários secretários municipais e autoridades na assembleia.

Ontem (24), Rogério fez uma visita de cortesia ao prefeito Kalil (Várzea Grande), mantendo um forte diálogo para levantar uma bandeira única pela saúde na baixada, havendo uma boa receptividade na reunião.

Rogério assumirá o consórcio dia 1º de janeiro de 2022 com grandes desafios, especialmente, na estruturação, entrosamento e fortalecimento da Saúde nos municípios.

Leia Também:  Confaz segue Mendes e prorroga congelamento do ICMS dos combustíveis

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA

Confaz segue Mendes e prorroga congelamento do ICMS dos combustíveis

Índice é utilizado como base de cálculo de cobrança do imposto; colegiado foi unânime

Publicados

em

Foto: Reprodução / Mayke Toscano - Secom MT

O Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) aprovou, nesta quinta (27.01), a prorrogação por mais 60 dias do congelamento do Preço Médio Ponderado ao Consumidor Final (PMPF). O índice é utilizado como base de cálculo de cobrança do ICMS dos combustíveis. O colegiado decidiu de forma unânime.

– NOTÍCIAS EM TEMPO REAL: participe do grupo do MT Notícias no WhatsApp e acompanhe tudo em primeira mão. Inscreva-se aqui!

O governador Mauro Mendes (DEM) já havia votado para que o congelamento, em 14 de janeiro, e enviou uma nova proposta ao grupo de governadores, na qual insistiu em prorrogar a medida por mais 180 dias, mas não foi aceita em sua integralidade, ficando acordado o prazo de mais 60 dias.

“Ninguém aguenta mais tanto aumento e o Governo de Mato Grosso tem insistido nessa pauta. ”, afirmou o governador.

Mauro Mendes, no entanto, alertou também ser necessário que a Petrobras mude sua política de preços para que a população pare de pagar tão caro pelo combustível.

Leia Também:  Governo publica edital para construção do Hospital em Tangará da Serra

“A Petrobras atrela o preço do combustível ao preço internacional do barril de petróleo. Ela tem registrado lucros recordes às custas de arrancar o couro da população, com aumento atrás de aumento”, relatou.

Além de propor e votar pelo congelamento, o Governo de Mato Grosso também realizou redução de ICMS, que passou a valer a partir deste ano.

Foi reduzido o imposto da gasolina de 25% para 23% (a menor alíquota do país) e do diesel de 17% para 16%. No etanol, Mato Grosso tem a menor alíquota entre os estados, de 12,5%.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA