CUIABÁ

APÓS CONVERSA COM COSTA NETO

Fagundes diz que candidatura própria do PL para SP está resolvida; Tarcísio é cotado

Presidente fechou com o partido após sigla ceder a indicação do candidato que deve disputar o governo de São Paulo

Publicado em

POLÍTICA

Foto: Reprodução / Jefferson Rudy - Agência Senado

O senador Wellington Fagundes (PL), líder do partido no Senado, esteve no Palácio o Planalto nesta terça-feira (24.11), e afirmou à Agência Brasil que o impasse em torno de uma candidatura própria do PL em São Paulo estaria resolvido. “São Paulo está totalmente encaminhado. Provavelmente a candidatura do ministro Tarcísio [Freitas] a governador”, disse.

– NOTÍCIAS EM TEMPO REAL: participe do grupo do MT Notícias no WhatsApp e acompanhe tudo em primeira mão. Inscreva-se aqui!

Exigência do presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (sem partido), uma candidatura própria do PL ao governo de São Paulo, com a indicação de uma pessoa da sua confiança, se tornou requisito para que o chefe de Estado confirmasse sua filiação à sigla.

O PL divulgou uma nota informando o dia 30 de novembro como a nova data para a oficialização da chegada de Bolsonaro.

“A definição da data é produto de encontro que, na tarde de hoje, 23, reuniu o presidente da República e o presidente nacional do PL, Valdemar Costa Neto”, informou a sigla. A recepção deve ser realizada no Complexo Brasil 21, na capital federativa.

Leia Também:  Suplente de vereador passa mal, perde o controle e morre após bater em ônibus

A filiação de Bolsonaro estava agendada para a última segunda (22), porém, foi adiada após o presidente insistir em dialogar com os diretórios estaduais para definir quais seriam os candidatos a concorrer as eleições em 2022. O presidente chegou a ser assediado por outras siglas nesse intervalo, mas acabou fechando com o Partido Liberal.

O senador Jayme Campos (DEM) chegou a dizer que Bolsonaro voltou atrás após lideranças do nordeste do país sinalizarem apoio ao Lula. Leia aqui.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA

AMM desencoraja prefeitos a promoverem evento no Natal, Ano Novo e Carnaval

Proibição das festas também pouparia recursos públicos para investir em outros segmentos no próximo ano

Publicados

em

Foto: Reprodução/AMM

O presidente da Associação Mato-Grossense de Municípios (AMM), Neurilan Fraga, desencorajou os prefeitos dos 141 municípios do estado a realizarem festas no Natal, Ano Novo e Carnaval. Fraga, afirmou, hoje (26), que a entidade pretende editar um pronunciamento oficial orientando os chefes dos Executivos municipais a não promoverem a aglomeração de pessoas, um dos pontos indicados para evitar a contaminação pela Covid-19.

– NOTÍCIAS EM TEMPO REAL: participe do grupo do MT Notícias no WhatsApp e acompanhe tudo em primeira mão. Inscreva-se aqui!

“Nós não estamos totalmente curados dessa doença, ela ainda permanece. A nossa taxa de vacinação ainda não está em patamares razoáveis e precisamos avançar mais. Então, a AMM tem uma posição muito clara de que as prefeituras não realizem festejos, até mesmo em respeito às quase 70 mil pessoas, familiares dessas pessoas que faleceram”, disse o líder da AMM.

A proibição dos eventos também pouparia recursos públicos para investir em outros segmentos no próximo ano.

“É uma forma também de economizar recursos pois nós vamos precisar de muita receita a partir do ano que vem”, pontuou Neri Fraga.

Leia Também:  Gilberto aponta baixa vacinação, mas garante que governo não vai proibir Réveillon

A cidade de Rondonópolis é um dos municípios que já confirmou o cancelamento do carnaval. Guiratinga, Jaciara, Tesouro e Primavera do Leste verificam a viabilidade do evento.

Segundo o último boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SES), emitido na tarde de ontem (25), os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (114.261), Várzea Grande (41.861), Rondonópolis (38.511), Sinop (26.754), Sorriso (18.556), Tangará da Serra (17.861), Lucas do Rio Verde (15.763), Primavera do Leste (14.846), Cáceres (12.003) e Alta Floresta (11.296).

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA