CUIABÁ

MUNDO CÃO

Homem crava faca na cabeça de desafeto; outro tenta atingir porco e se fere com tiros

Homem matou desconhecido por ciúmes; noutra ocorrência só se sabe que o homem tentou matar um porco

Publicado em

POLÍCIA

Ilustração

Um homem identificado como Leandro Alves Teles, de 38 anos, foi assassinado com mais de vinte facadas no início da tarde de sábado (16.10), em Campo Novo do Parecis (a 391 km de Cuiabá). Em outro caso incomum, um homem de 41 anos foi internado no hospital após tentar matar um porco, mas acabou atirando em si mesmo, em uma chácara na zona rural de Jaciara, (a 144 km de Cuiabá).

– NOTÍCIAS EM TEMPO REAL: participe do grupo do MT Notícias no WhatsApp e acompanhe tudo em primeira mão. Inscreva-se aqui!

Na primeira ocorrência, a polícia informou que Leandro foi morto por um homem que acreditava que ele estava tendo um caso com a sua esposa. O criminoso seguiu a própria esposa e a viu conversando com o gerente. Tomado de fúria, o homem correu atrás de Leandro com uma faca. Ele deu cerca de vinte golpes no gerente.

Funcionários de uma loja presenciaram todo o homicídio e acionaram a Polícia Militar para atender a ocorrência. O gerente foi encontrado já sem vida com a faca encravada na cabeça. Apesar de ter fugido, os militares conseguiram localizar o autor do crime pouco tempo depois.

Leia Também:  CBF segura áudios do VAR da partida do Cuiabá contra o Bahia

Em outra ocorrência, um homem que portava uma espingarda calibre 32 tentou matar um porco no chiqueiro da propriedade dele, mas disparou acidentalmente a arma três vezes nele mesmo: um tiro na perna esquerda e outros dois na direita.

Ele foi encaminhado para o Hospital Municipal de Jaciara e recebeu o atendimento médico. A equipe da Polícia Militar se deslocou até a chácara dele, apreendeu a arma e conduziu o suspeito para a Delegacia de Jaciara, onde ele deve responder por posse ilegal de arma de fogo.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA

Ministério Público e Polícia Civil deflagram segunda fase da Operação Renegados

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

O Ministério Público, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), em investigação conjunta com a Polícia Civil, por intermédio da Corregedoria-Geral da Polícia Civil, deflagraram na tarde desta sexta-feira (26.11) a segunda fase da Operação Renegados, com a finalidade de cumprir um total de 30 mandados judiciais, sendo 14 mandados de prisão preventiva, dois mandados de prisão domiciliar, cinco mandados de busca e apreensão em residências e nove mandados de busca e apreensão em celas do Centro de Custódia da Capital.

A operação se fundamenta em Procedimento de Investigação Criminal (PIC) instaurado no âmbito do Gaeco e em inquérito instaurado pela Corregedoria-Geral da Polícia Civil.

A operação se dá em continuidade às investigações sobre denúncias da prática de inúmeros crimes tais como concussão, tráfico, porte ilegal de armas de fogo, corrupção, roubo qualificado e favorecimento da prostituição ou exploração sexual de adolescentes cometidos por uma organização criminosa composta , dentre outros membros, por policiais civis, militares e informantes.

Leia Também:  AMM desencoraja prefeitos a promoverem evento no Natal, Ano Novo e Carnaval

O Ministério Público e a Polícia Civil comungam esforços para combater os que desonram sua missão institucional e renegam a nobre missão do combate à corrupção e criminalidade . A lei é para todos e com muito mais rigor deve atingir aqueles que abusam da função pública e se utilizam do cargo e do aparato estatal para o cometimento de crimes.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA