CUIABÁ

POLÍCIA FEDERAL

PF apreende dinheiro falso na Zona Leste de Natal/RN

Publicado em

POLÍCIA FEDERAL

Natal/RN – A Polícia Federal apreendeu na quinta-feira, 4/8, no bairro do Alecrim, Zona Leste da capital, R$ 2.710 em notas falsas de real, e prendeu em flagrante, um estoquista, de 25 anos, que mantinha em casa mudas de maconha em uma estufa improvisada.

O fato aconteceu quando os policiais cumpriam um mandado de busca e apreensão expedido pela 2ª Vara da Justiça Federal/RN, durante ação que investigava possível transação de dinheiro falsificado remetido através do fluxo postal. Ao chegarem ao endereço indicado, os policiais encontraram um total de 110 cédulas de real falsificadas, nos valores de R$ 20, 50 e 100, e se depararam com 5 mudas de maconha que estavam sendo cultivadas em um dos cômodos da residência. Na ocasião, também foram apreendidos, 2 celulares e 245 frascos da substância entorpecente conhecida como “loló”.

De imediato, o acusado recebeu voz de prisão e foi encaminhado para autuação na sede da PF, onde, na presença do seu advogado, invocou o direito constitucional de permanecer em silêncio e não responder ao que lhe foi perguntado.

Leia Também:  STF recebe relatório com mensagens de senador pedindo dinheiro

O homem foi submetido a exame de corpo de delito no ITEP e se encontra custodiado na sede da PF, à disposição da Justiça.

Comunicação Social da Polícia Federal no Rio Grande do Norte

Contato (84) 3204.5588

Fonte: Polícia Federal

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍCIA FEDERAL

PF cumpre mandado de busca e apreensão em repressão ao abuso sexual infanto-juvenil, em Piracicaba/SP

Publicados

em

Piracicaba/SP – A Polícia Federal cumpriu na manhã desta terça-feira (09/08), mandado de busca e apreensão no combate ao compartilhamento, produção e posse de imagens e vídeos com conteúdo de abuso sexual infanto-juvenil. O mandado foi expedido pela Justiça Federal em Piracicaba/SP.

Durante o cumprimento da ordem judicial foram apreendidos 01 notebook e um aparelho de telefone celular. A busca foi realizada pela equipe técnica na residência do investigado, sendo localizados arquivos categorizados como de natureza pedopornográfica.

O indiciado, preso preventivamente por conta da comprovação da posse do material, responderá no inquérito pelos crimes previstos nos artigos 241-A e 241-B do Estatuto da Criança e Adolescente. Em levantamento preliminar, foi verificado que o preso já havia sido condenado pelos mesmos crimes em 2011.

Se condenado, poderá cumprir penas que variam de 01 a 04 anos de reclusão por armazenamento, somada a penas que variam de 03 a 06 anos, se comprovado o compartilhamento dos arquivos.

Comunicação Social da Delegacia da Polícia Federal em Piracicaba

(19) 3301-5203

Fonte: Polícia Federal

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Polícia Federal deflagra operação para combate a crimes cibernéticos
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA