CUIABÁ

AGORA É REAL!

Dois casos de varíola do macaco são confirmados em Mato Grosso; outros seis suspeitos

Os principais sintomas da varíola dos macacos são linfonodos inchados, lesões na pele, febre, dor de cabeça, dores musculares e dores nas costas

Publicado em

MATO GROSSO

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) recebeu, nesta sexta-feira (05), o resultado positivo para dois casos de monkeypox vírus, popularmente conhecido como varíola dos macacos. Os dois casos envolvem homens residentes em Cuiabá, de 39 e 40 anos, que estiveram fora da cidade e apresentam sintomas leves da doença.

– NOTÍCIAS EM TEMPO REAL: participe do grupo do MT Notícias no WhatsApp e acompanhe tudo em primeira mão. Inscreva-se aqui no Grupo 1 e no Grupo 2! Participe também do Grupo de Discussão.

Ainda há a investigação de outros seis casos suspeitos em Mato Grosso, sendo dois em Várzea Grande, três em Rondonópolis e um em Sorriso.

As amostras para a confirmação dos casos são encaminhadas para o Laboratório Central de Saúde Pública de Mato Grosso (Lacen-MT) e direcionadas para o laboratório da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), unidade de referência nacional para a análise do material.

Sintomas e prevenção

Os principais sintomas da varíola dos macacos são linfonodos inchados, lesões na pele, febre, dor de cabeça, dores musculares e dores nas costas. Caso haja a manifestação destes sintomas, procure uma Unidade Básica ou de Pronto Atendimento.

Leia Também:  Motorista morre após colisão frontal com caminhão carregado de madeira

Para a prevenção da doença, coloque em prática as medidas de biossegurança, como o uso de máscaras, distanciamento físico e higienização das mãos, e evite tocar em lesões ou compartilhar objetos com pessoas infectadas.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Veterinária morre no interior de Mato Grosso após atropelar uma anta na BR-163

A concessionária foi acionada por volta das 1h30 da madrugada para socorrer a condutora, que foi encaminhada ao hospital mas não resistiu aos ferimentos

Publicados

em

Érica Fernanda de Jesus Fernandes, de 33 anos, morreu, na madrugada desta segunda-feira (8) após colidir seu veículo, um Ford Fiesta branco, com uma anta, quando trafegava pela rodovia BR-163 no município de Sorriso (distante 397 km de Cuiabá). Após chocar-se com o animal, o carro saiu da pista e capotou sobre a faixa de domínio.

– NOTÍCIAS EM TEMPO REAL: participe do grupo do MT Notícias no WhatsApp e acompanhe tudo em primeira mão. Inscreva-se aqui no Grupo 1 e no Grupo 2! Participe também do Grupo de Discussão.

A concessionária Rota do Oeste, responsável pela administração da rodovia, foi acionada por volta das 1h30 da madrugada para socorrer a condutora, que foi encaminhada em estado gravíssimo ao Hospital Regional de Sorriso, mas não resistiu aos ferimentos. Ela estava com um carona, que também recebeu atendimento médico.

Érica era veterinária e atuava como servidora comissionada da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente desde julho de 2021.
Segundo nota divulgada pela prefeitura de Lucas do Rio Verde, a vítima voltava de uma pós-graduação em São Paulo quando sofreu um acidente .

Leia Também:  Veterinária morre no interior de Mato Grosso após atropelar uma anta na BR-163

“Como única médica veterinária, Érica atuou diretamente na castração de mais de 480 cães e gatos e era apaixonada pela causa animal. Ela era entusiasmada pelo projeto, teve papel importante para que a unidade iniciasse os atendimentos em dezembro de 2021, e tinha como propósito aumentar cada vez mais o número de animais castrados mensalmente pela unidade de castração”, diz trecho da nota.

Em razão da perda da veterinária, a Prefeitura de Lucas do Rio Verde decretou luto oficial de três dias.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA