CUIABÁ

GERAL

Prefeitura de São Paulo divulga blocos inscritos no Esquenta Carnaval

Publicado em

GERAL

A prefeitura de São Paulo anunciou a lista de blocos inscritos para o Esquenta Carnaval 2022, a ser realizado entre 16 e 17 de julho. A Secretaria Municipal de Cultura recebeu 296 pedidos, dos quais 216 desfiles estão sob análise da coordenação técnica, considerando trajetos e horários. O evento será em julho devido ao cancelamento por conta do avanço da pandemia da covid 19 no período do carnaval.

“Diferente do período tradicional de carnaval de rua, que considera o pré, o carnaval e o pós, o Esquenta Carnaval 2022 será realizado apenas em dois dias. Dessa forma, para melhor contemplar oportunidades a todos os interessados, haverá apenas um desfile por bloco. Os novos desfiles serão aceitos somente para o Carnaval de Rua 2023”, disse a Secretaria Municipal de Cultura, por meio de nota.

Também foram divulgados o Guia de Regras para Blocos e o Manual de Comunicação Visual para Patrocinadores de Blocos. A lista dos blocos em análise pode ser conferida aqui.

Edição: Kleber Sampaio

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Polícia Federal combate fraudes praticadas em lotéricas
Propaganda

GERAL

MP denuncia por maus-tratos dona de asilo no Rio

Publicados

em

O Ministério Público do Rio de Janeiro, denunciou a empresária Vanessa da Silva Ferro de Souza, proprietária e administradora da casa de repouso para idosos, em Guaratiba, zona oeste do Rio, por maus-tratos que levaram a óbito um dos pacientes da instituição. A denúncia foi feita em abril, mas só foi divulgada hoje (9). 

No domingo (7), a Polícia Civil prendeu em flagrante Vanessa e dois funcionários, pelos crimes de maus-tratos, tortura, sequestro e cárcere privado e fechou a casa de repouso.

A denúncia, ajuizada junto à 40ª Vara Criminal da Capital, relata que, entre os meses de janeiro e maio de 2015, Vanessa colocou em perigo a vida e a saúde de Jorge Luis dos Santos Azeredo, um idoso que estava internado no asilo após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC). A casa de repouso privou o idoso do tratamento necessário para sua recuperação, tendo deixado de administrar alimentação e hidratação adequada à vítima, que foi internada por sua filha.

Devido à falta de cuidados adequados, o idoso desenvolveu escaras ou úlceras de pressão pela falta de irrigação sanguínea em pacientes acamados, causadas pela falta de movimentação, higiene e alimentação adequadas.

Leia Também:  Ministro vistoria embarque por biometria em Congonhas

No dia 5 de abril de 2015, a filha encontrou Jorge Luis com o corpo coberto de escaras, sem roupas e sujo de fezes. Levado ao Hospital Municipal Pedro II, em Santa Cruz, na zona oeste da cidade, com quadro de desnutrição, desidratação e pneumonia, Jorge desenvolveu um quadro de infecção generalizada e morreu. 

Vanessa foi denunciada com base no Artigo 136, parágrafo 2º, do Código Penal, que prevê prisão de quatro a 12 anos.

Edição: Fábio Massalli

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA