CUIABÁ

ASSISTA VÍDEO

Homem é preso em flagrante pela Polícia Militar transportando 103 peças de peixe

Suspeito de 40 anos transitava em rodovia de Santo Antônio do Leverger após captura dos peixes

Publicado em

GERAL

Foto: Reprodução / PMMT

Um homem de 40 anos foi preso em flagrante, nessa quinta (19.05), pelo transporte de pescado fora da medida em Santo Antônio do Leverger. Com o suspeito, foram apreendidas 103 peças de pescado de diversas espécies, totalizando 53 quilos. ASSISTA VÍDEO!

– NOTÍCIAS EM TEMPO REAL: participe do grupo do MT Notícias no WhatsApp e acompanhe tudo em primeira mão. Inscreva-se aqui no Grupo 1 e no Grupo 2! Participe também do Grupo de Discussão

A ocorrência foi registrada pela Polícia Militar por volta de 19h30, durante atividade de fiscalização pela rodovia MT-040, os policiais militares abordaram um veículo que transitava em sentido a Cuiabá. Na vistoria, foram localizados, no porta-malas, dois sacos contendo as 103 peças de pescado.

Os militares identificaram que se tratavam de 61 unidades de Pacu Peva, 29 de Piavuçu, 11 de Piraputanga e duas de Piava. Foi verificado, que grande parte das peças estavam abaixo da medida mínima estipulada por lei para pescaria.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Hoje é Dia: junho termina com Dia do Orgulho LGBTQIA+ e bumba meu boi
Propaganda

GERAL

Brasil registra 277 mil novas vagas de emprego em maio e bate recorde

Publicados

em

O Brasil alcançou 277.018 novos postos de trabalho com registro em carteira no mês de maio. O saldo positivo é a diferença entre as 1.960.960 admissões e 1.683.942 demissões no período. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados na manhã desta terça-feira (28/06) pelo Ministério do Trabalho e Previdência.

De acordo com o ministro do Ministério do Trabalho e Previdência, José Carlos Oliveira, desde 2019 cerca de 4.268.563 novos empregos foram gerados. Com esse resultado, foi alcançado um total de 41.729.858 trabalhadores com vínculo formal de trabalho, regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), o que representa um recorde para o Brasil na história do Caged. 

O resultado do mês foi positivo em todos os setores econômicos, com destaque para o setor de serviços, com um saldo de 120.294 postos de trabalho. Em seguida vêm as atividades ligadas ao comércio (+47.557 postos); indústria (+46.975 postos); construção (+35.445 postos) e, por fim, agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura (+26.747 postos).

Leia Também:  Lançados guias e app para orientação a refugiados sobre direitos e serviços no Brasil

No que diz respeito aos estados brasileiros, o saldo foi positivo nas 27 unidades da federação. A liderança ficou com o estado de São Paulo, com um resultado positivo de 85.659 postos (variação positiva de 0,67% em comparação a abril); seguido por Minas Gerais (+29.970 postos ou +0,68%) e Rio de Janeiro (+20.226 postos, +0,61%).

O destaque entre as regiões do Brasil ficou com o Sudeste, com um saldo de 147.846 vagas de empregos formais. Em seguida vem o Nordeste (+48.847 postos); Centro-Oeste (+33.978); Sul (+25.585 postos); e Norte (+16.091 postos). Todas as cinco regiões fecharam o mês de maio com saldo positivo.

“Os números aqui apresentados, por si só, comprovam a eficácia da política pública de geração de emprego do Governo, que demonstra a retomada do crescimento e a certeza de estarmos no caminho certo, de que o Brasil é um mercado viável para os investimentos, não só nacionais, mas também investimentos internacionais”, destacou o ministro do Trabalho e Previdência durante entrevista coletiva.

Acumulado

No acumulado de janeiro a maio de 2022, o saldo é de 1.051.503 novas vagas. A maioria dos empregos gerados neste ano foi no setor de serviços, com 658.112 contratações no período analisado. Depois vem a indústria (174.781), a construção civil (155.507), agropecuária (49.245) e comércio (13.862).

Leia Também:  Autorizada nomeação de aprovados dos concursos do Ibama e ICMBio

De maio de 2021 a maio deste ano, foram criadas 2.655.840 novas vagas de trabalho. No que se refere ao período de retomada do emprego formal, de julho de 2020 a maio de 2022, o saldo é de 5.023.943 novos postos de trabalho, de acordo com o Ministério do Trabalho e Previdência.

A média salarial nacional no mês de maio ficou em R$ 1.898,02.

Fonte: Brasil.gov

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA