CUIABÁ

TRÊS TONELADAS

Carga de agrotóxico contrabandeada e avaliada em R$ 3 milhões é apreendida

Duas pessoas responsáveis pelo transporte foram detidas em flagrante por contrabando e transporte irregular

Publicado em

GERAL

Foto: Reprodução/PJC

Mais de três toneladas de defensivos agrícolas contrabandeados do Paraguai foram apreendidas, nesta terça-feira (19), em Rondonópolis. A carga é avaliada em mais de R$ 3 milhões. Duas pessoas responsáveis pelo transporte da carga de defensivos foram autuadas em flagrante pelos crimes de contrabando e transporte irregular de agrotóxico. 

– NOTÍCIAS EM TEMPO REAL: participe do grupo do MT Notícias no WhatsApp e acompanhe tudo em primeira mão. Inscreva-se aqui! 

A Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) da Polícia Civil e Polícia Rodoviária Federal trabalharam em conjunto na operação e contou com o apoio da Delegacia Regional de Rondonópolis.

Durante a operação, os policiais da GCCO receberam informações sobre dois caminhões que estavam vindo de Mato Grosso do Sul, carregados com defensivos contrabandeados do Paraguai.

Com base nas informações, as equipes começaram o monitoramento dos veículos assim que entraram em Mato Grosso e flagraram o momento que os dois veículos chegaram em Rondonópolis e pararam em um posto de combustível.

Os policiais da GCCO ficaram posicionados em um posto combustível, na MT-130, e registraram o momento em que uma caminhonete F-4000 encostou próximo a um dos caminhões e iniciou o descarregamento de sacos brancos do caminhão.

Leia Também:  Ministério Público e Polícia Civil deflagram segunda fase da operação

Após a transferência da carga, a caminhonete seguiu sentido a MT-130, onde foi realizada a abordagem do veículo.

O motorista alegou que estava transportando uma carga de adubo, porém, durante a análise da carga foi constatado que o suspeito estava transportando 124 sacos de defensivos agrícolas (benzoato). O suspeito confessou que foi contratado para fazer o transporte da carga para Nova Mutum e que receberia R$ 2 mil pelo serviço.

Em continuidade às diligências, os policiais realizaram a abordagem dos caminhões que fizeram o transporte da carga durante o dia. Após a identificação do motorista, foi constatado que ele foi preso por envolvimento no mesmo crime, no dia 30 setembro deste ano. O motorista do segundo caminhão não foi localizado.

Os veículos e a carga de 124 sacos de agrotóxicos foram apreendidos e os suspeitos conduzidos à 1ª Delegacia de Polícia de Rondonópolis, onde foram autuados pelos crimes de contrabando e produzir, comercializar, transportar, dar destinação a resíduos e embalagens vazias de agrotóxicos seus componentes em afins em desacordo com a legislação.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

GERAL

Gisela Cardoso perde em Cuiabá, mas votos do interior garantem sua vitória à presidência

Nova líder do executivo da entidade é a segunda mulher a comandar o órgão desde a sua instituição

Publicados

em

Foto: Camila Ribeiro/MT Notícias

A chapa da situação, representada por Gisela Cardoso, foi a vencedora da disputa pela presidência da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT), nesta sexta (26), com 4.632 votos. A nova presidente é a segunda mulher a comandar a entidade. O resultado foi confirmado pelo presidente da Comissão Eleitoral, Joaquim Spadoni. A Chapa 2, cujo titular é o advogado Pedro Paulo Peixoto, recebeu 3995 votos.

– NOTÍCIAS EM TEMPO REAL: participe do grupo do MT Notícias no WhatsApp e acompanhe tudo em primeira mão. Inscreva-se aqui!

“Foi uma campanha difícil. O momento agora é de agradecer as pessoas que confiaram no nosso projeto e o compromisso que tenho é que vamos trabalhar para o fortalecimento da OAB”, disse a nova presidente ao MT Notícias.

A composição da nova diretoria da OAB – Seccional Mato Grosso conta também com José Carlos de Oliveira Guimarães na vice-presidência, Fernando Augusto Vieira Figueiredo na secretaria geral; Adriana Paula Tanssini rodrigues Silva na secretaria geral adjunta; e Helmut Flávio Preza Daltro como diretor-tesoureiro. Já a Caixa de Assistência dos Advogados (CAA-MT) será presidida por Itallo Leite, com Clarissa Lopes Dias Malluf pereira como vice.

Leia Também:  Polícia Civil recupera parte do dinheiro de vítima de golpe por meio eletrônico

Os conselheiros federais eleitos são Cláudia Pereira Braga Negrão, Leonardo Pio da Silva Campos, atual presidente da Seccional, e Ulisses Rabaneda, com os suplentes Ana Carolina Naves Dias Barchet, Mara Yana Barros Samaniego e Stalyn Paniago Pereira.

Segundo o atual presidente, Leonardo Campos, a chapa de Pedro Paulo saiu vitoriosa na Capital e os votos do interior foram essenciais para determinar a vitória.

“A nossa presença no interior, uma gestão que tem cara de prerrogativas, da defesa dos honorários e trata o advogado do interior igual ao da Capital. O resultado está aí, a advocacia do interior faz a diferença mais uma vez e faz a gente crer que valeu tudo a pena, todos os quilômetros percorridos – foram 500 mil quilômetros nos últimos anos”, declarou Campos que acredita em uma transição sem grandes embates. “A gente vem em uma transição muito tranquila. Tenho dito a eleição inteira que a Gisela não foi uma vice-presidente, Gisela foi uma co-presidente. Então, a diretoria vem renovada com dois novos nomes, mas o secretário-geral e tesoureiro permanecem”, finalizou.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA