CUIABÁ

ESPORTES

Seleção feminina de futebol está perto do bronze na Surdolimpíada

Publicado em

ESPORTES

A seleção feminina de futebol está muito perto de somar mais um bronze no quadro geral de medalhas da 24ª Surdolimpíada. As brasileiras enfrentariam o Japão no sábado (14), às 14h (horário de Brasília), no Estádio Centenário, mas as japonesas não devem sair da concentração e, com isso, o Brasil conquistaria a vitória por W.O. No entanto, oficialmente, a medalha de bronze será computada apenas no sábado (14), se a desistência das japonesas for confirmada. As competições da Surdolimpíada tem transmissão ao vivo online.

Apesar de não haver um posicionamento oficial do Japão, a alegação para a ausência da partida válida pela fase classificatória, na quarta-feira (11), era uma prevenção de saúde para retornarem em segurança ao país. Desde então, toda a delegação japonesa ficou na concentração.

Se confirmada, esta será a segunda medalha de bronze da seleção feminina na Surdolimpíada. A primeira foi conquistada na edição de 2017, na Turquia. A entrega das medalhas será no domingo (15), após a final entre Estados Unidos e Polônia.

Outras chances de medalhas

Outros brasileiros competiram nesta quinta-feira (12), no atletismo, Romailson Santana conseguiu a classificação para a disputa da semifinal dos 800 metros no Centro Esportivo do SESI a partir das 16h30 desta sexta-feira (13). Ainda no atletismo, Jonas Petry conquistou uma vaga para a final do lançamento de disco, que será disputada no sábado a partir das 17h.

Leia Também:  Faixa-Preta, novo quadro do Stadium, estreia nesta quarta

Nas quadras, a equipe de handebol feminino perdeu a semifinal para a Turquia por 37 a 17 e vai tentar o bronze, no sábado (14), às 10h, diante das quenianas, que foram derrotadas por 31 a 8 pela Dinamarca. O handebol masculino brasileiro derrotou Gana por 33 a 11 e ficou na sétima posição. Já o basquete feminino perdeu para o Quênia por 98 a 11 na disputa do quinto ao oitavo lugar.

Ainda nesta quinta (12), a Ucrânia abriu mais vantagem no quadro de medalhas. Com vitórias no Tiro Esportivo e na Orientação, os ucranianos chegaram a 51 medalhas de ouro, 31 de prata e 34 de bronze, com um total de 116 medalhas. Em segundo vem os Estados Unidos, com 18 medalhas de ouro, 7 de prata e 20 de bronze.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ESPORTES

Fluminense vence por 10 a 1, mas cai na Sul-Americana

Publicados

em

O torcedor do Fluminense ficou com um sabor agridoce na boca após ver sua equipe ser eliminada da Copa Sul-Americana mesmo goleando o Oriente Petrolero (Bolívia) por 10 a 1, na noite desta quinta-feira (26) no estádio Ramón Tahuichi Aguilera, em Santa Cruz de la Sierra.

Mesmo com a vitória elástica, o Tricolor das Laranjeiras terminou a primeira fase da competição na segunda posição do Grupo H com 11 pontos, um a menos do que o Unión Santa Fe (Argentina), que bateu o Junior Barranquilla (Colômbia) por 4 a 0 para garantir a única vaga da chave.

Goleada histórica

Precisando vencer por uma diferença de ao menos seis gols, além de torcer por um empate no confronto entre Santa Fe e Junior Barranquilla, a equipe comandada pelo técnico Fernando Diniz entrou acelerada e abriu o placar com menos de um minuto de bola rolando com Matheus Martins. O domínio do Fluminense era tão grande que aos 12 minutos já vencia por 3 a 0, graças a mais dois gols do argentino Cano.

Leia Também:  Faixa-Preta, novo quadro do Stadium, estreia nesta quarta

Aos 14 minutos o Oriente Petrolero marcou o de honra com Sebastián Álvarez, mas o Tricolor construiu o placar com gols de Caio Paulista, Manoel, Arias, Willian, outros dois gols de Matheus Martins e outro de Cano.

Apesar de não conseguir a classificação, o Fluminense aplicou uma goleada história, a maior da história da Copa Sul-Americana (antes o triunfo mais elástico da competição foi um 9 a 0 do Defensor, do Uruguai, sobre o Sport Huancayo, do Peru).

Agora o Tricolor das Laranjeiras se prepara para o clássico do próximo domingo (29) contra o Flamengo pelo Brasileiro.

Derrota do Cuiabá

Outra equipe que disputou a sua última partida na atual edição da Copa Sul-Americana nesta quinta foi o Cuiabá. Entrando em campo já desclassificado, o Dourado foi superado pelo Melgar (Peru) por 3 a 1.

O Cuiabá agora se concentra no Brasileiro, quando pega o Athletico-PR na Arena Pantanal no domingo.

Leia Também:  Senado avança na Lei Geral do Esporte

Edição: Fábio Lisboa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA