CUIABÁ

ESPORTES

Faixa-Preta, novo quadro do Stadium, estreia nesta quarta

Publicado em

ESPORTES

Abordar lutas e artes marciais de maneira instigante para todos os públicos é o mote do novo quadro Faixa-Preta que o programa esportivo Stadium lança nesta quarta (25), às 19h40, na TV Brasil. A reportagem de estreia traz uma entrevista com o atleta de kickboxing Jorginho Pontual e destaca sua trajetória de superação.

Semanal, o espaço da produção jornalística dedicado ao tema busca revelar boas histórias. A ideia é descobrir personagens curiosos, profissionais ou amadores, e mostrar os benefícios das modalidades para a saúde e o bem-estar dos praticantes. Notícias factuais e conteúdos produzidos se intercalam na atração.

O público da emissora pode esperar uma abordagem leve sobre modalidades tradicionais como judô, karatê, taekwondo e boxe, algumas das quais já trouxeram medalhas em Olimpíadas e Paralimpíadas para o país, mas também reportagens que tratem de jiu-jitsu, capoeira e MMA.

O quadro Faixa-Preta apresenta as novidades desses esportes com os principais resultados e a agenda de competições. Sem um formato fixo, a janela para o assunto pode ser em forma de entrevista, matéria especial ou mesmo bate-papo, ao vivo, no estúdio da TV Brasil com Marília Arrigoni e Paulo Garritano, apresentadores do Stadium.

Iniciativa da equipe de esportes do canal público, o quadro busca desmistificar preconceitos, quebrar paradigmas e explicar os bastidores desse universo. Com uma linguagem simples e de fácil compreensão, as matérias pretendem aguçar a curiosidade dos telespectadores para os assuntos exibidos na telinha.

Com destaque para a inserção dos brasileiros no cenário mundial das lutas, a nova atração do Stadium ainda acompanha as jovens promessas do esporte, resgata a memória dos maiores atletas do país e conhece projetos sociais que utilizam o esporte como ferramenta de inclusão.

Emoção marca atração de estreia

Vitórias, fracassos, conquistas, derrotas e redenção. A carreira de um atleta de artes marciais pode envolver várias etapas até chegar ao auge. As pessoas têm diferentes objetivos e sonham em alcançar um patamar específico na sua vida.

Para alguns, a meta é a defesa da vida. Esta é a história que o quadro Faixa-Preta revela na sua estreia com o professor de kickboxing Jorginho Pontual. O combate e a resistência ao crime organizado são passagens marcantes na sua trajetória.

Mais do que uma história de superação, o especial contempla o exercício diário de acreditar. O atleta de 37 anos traz o desejo de fazer a diferença, contribuir para a construção de um mundo melhor e oferecer esperança para pessoas de todas as idades que têm no esporte uma oportunidade.

Leia Também:  Surfe: Weston-Webb vai às quartas na estreia do Rio Pro, em Saquarema

Apoiado pelo mestre Daniel Mattos, Jorginho criou um projeto social na comunidade em que vive e se sente realizado com o trabalho que desenvolve. Com reportagem de Igor Santos, o programa mostra que o esporte não se resume às técnicas de combate e pode ultrapassar os limites do ringue.

Próximas semanas

As produções do quadro mostram o trabalho de iniciantes e profissionais. Também destacam a filosofia por trás dos esportes e a importância do exemplo e de valores como respeito e educação. A admiração dos alunos pelos seus mestres é lembrada no decorrer dos episódios.

O programa explica como o incentivo à prática esportiva desde a infância motiva as novas gerações a manter hábitos saudáveis. Muitas vezes, as crianças observam em atletas consagrados a referência para suas vidas. Esses ídolos podem inspirar disciplina e até estimular que os jovens desenvolvam vocação esportiva e ingressem em uma carreira na área.

As próximas edições do quadro Faixa-Preta apresentam temas como o uso de artes marciais pelas forças de segurança, o interesse das mulheres em praticar esportes de luta e o lançamento de obras temáticas da literatura.

Sobre o programa

No ar de segunda a sexta, ao vivo, às 19h40, na TV Brasil, com 20 minutos de duração, o Stadium é apresentado pelos jornalistas Marília Arrigoni e Paulo Garritano. O programa se diferencia pela abordagem analítica e por trazer pautas aprofundadas.

A atração investe em reportagens especiais e destaca conteúdos que são pouco abordados na cobertura da mídia comercial. Assim, a proposta do Stadium é valorizar o esporte amador, além de abrir espaço para modalidades olímpicas e paralímpicas.

A produção esportiva também busca fomentar a inclusão. Desde 2016, o Stadium promove mais acessibilidade na telinha ao apresentar a interpretação dos conteúdos na Língua Brasileira de Sinais (Libras).

Considerado um dos programas esportivos mais longevos da televisão brasileira, está no ar há mais de 40 anos, desde a década de 1970, primeiro na TV Educativa do Rio de Janeiro e, a partir de 2008, na TV Brasil, emissora pública que a sucedeu.

Leia Também:  Sport empata com Brusque e perde chance de retornar ao G4 da Série B

A revista eletrônica já foi transmitida diariamente, chegou a ser semanal e, em novembro de 2016, voltou a ser diária. A atração faz parte da história do esporte nacional ao acompanhar a trajetória de novos talentos desde as categorias de base e apresentar a cobertura sobre nomes consagrados.

O Stadium busca mostrar, sob uma perspectiva diferente, as atividades que movimentam o mundo do esporte. O programa incentiva a participação de atletas que ainda não têm reconhecimento, mas que representam grandes promessas de conquistas para o país.

O programa também conta com um time de repórteres, atletas, técnicos e comentaristas. A produção aborda esportes de todas as modalidades, dos radicais aos de aventura, passando pelos olímpicos e paralímpicos, com um olhar atento para a formação das novas gerações.

Jornalismo diário

Além do noticiário sobre o universo esportivo no Stadium, a grade da TV Brasil contempla programas jornalísticos diários para deixar o público informado.

De segunda a sexta, às 7h30 vai ao ar o Repórter Nacional e, em seguida, às 8h, o Brasil em Dia. Com uma linguagem dinâmica, priorizando links ao vivo de repórteres das praças de Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo, o Repórter Brasil Tarde tem exibição às 12h15.

De segunda a sábado, os telejornais locais ganham as telinhas da emissora pública ao meio-dia, com 15 minutos de duração. Na faixa noturna, às 19h, o Repórter Brasil faz a cobertura dos principais acontecimentos do dia no país e no mundo.

Ao vivo e on demand

Acompanhe a programação da TV Brasil pelo canal aberto, TV por assinatura e parabólica. Sintonize: tvbrasil.ebc.com.br/comosintonizar.

Seus programas favoritos estão no TV Brasil Play, pelo site play.ebc.com.br ou por aplicativo no smartphone. O app pode ser baixado gratuitamente e está disponível para Android e iOS. Assista também pela WebTV: tvbrasil.ebc.com.br/webtv.

Serviço

Stadium – segunda a sexta-feira, ao vivo, às 19h40, na TV Brasil

Facebook – https://www.facebook.com/tvbrasil

Twitter – https://twitter.com/TVBrasil

Instagram – https://www.instagram.com/tvbrasil

YouTube – https://www.youtube.com/tvbrasil

TikTok – https://www.tiktok.com/@tv.brasil

Para saber como sintonizar a TV Brasil em sua cidade, acesse: tvbrasil.ebc.com.br/comosintonizar

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ESPORTES

Brasileiro: Botafogo e Fluminense se enfrentam em busca de vaga no G4

Publicados

em

Em busca de uma vaga no G4 do Campeonato Brasileiro, Botafogo e Fluminense medem forças, a partir das 16h (horário de Brasília) deste domingo (26), no estádio Nilton Santos. A Rádio Nacional transmite o Clássico Vovô ao vivo.

Motivado após duas vitórias consecutivas (de 2 a 0 sobre o Avaí no domingo pelo Brasileiro e de 2 a 1 na quinta sobre o Cruzeiro pela Copa do Brasil), o Tricolor das Laranjeiras (6º colocado do Brasileiro com 18 pontos) busca três pontos que lhe permitam sonhar com a entrada no G4 da competição.

Mas, independente do resultado, a partida terá um significado especial para um jogador, o atacante Luiz Henrique, que faz seu último jogo pelo time das Laranjeiras antes da transferência para o Bétis (Espanha).

A expectativa é de que o técnico Fernando Diniz repita a equipe titular diante da Raposa. A única dúvida está no meio campo, onde Nonato é dúvida após deixar o campo diante dos mineiros. Em caso de ausência do volante, a possibilidade é de que Wellington receba uma oportunidade. Assim, o Tricolor deve entrar em campo com: Fábio; Samuel Xavier, Nino, Manoel e Caio Paulista; André, Nonato (Wellington) e Ganso; Luiz Henrique, Arias e Cano.

Leia Também:  INSS começa a pagar aposentadorias nesta sexta; veja quem recebe

O Botafogo também chega muito animado ao clássico, pois vem de uma vitória marcante por 3 a 2 sobre o Internacional, em Porto Alegre, pelo Brasileiro. Assim como o Fluminense, o Alvinegro tem 18 pontos, mas ocupa a 8ª posição. Porém, o técnico Luís Castro não terá tanta facilidade como seu colega tricolor para armar sua equipe.

O treinador português sabe que não poderá contar com os suspensos Philipe Sampaio, Patrick de Paula, Kayque e Lucas Piazon. Além disso, estão fora os lesionados Rafael, Carlinhos, Barreto, Gustavo Sauer, Lucas Fernandes, Victor Sá e Diego Gonçalves.

Transmissão da Rádio Nacional

A Rádio Nacional transmite Botafogo e Fluminense com a narração de Rodrigo Campos, comentários de Waldir Luiz, reportagem de Mauricio Costa e plantão de Bruno Mendes. Você acompanha o Show de Bola Nacional aqui:

Edição: Fábio Lisboa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA