CUIABÁ

ESPORTES

Aline Pellegrino assume coordenação de seleções femininas na CBF

Publicado em

ESPORTES


A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) comunicou nesta quinta-feira (13) que Aline Pellegrino substituirá Duda Luizelli na coordenação de seleções brasileiras femininas. A ex-zagueira e capitã do escrete canarinho conciliará a função com a de coordenadora de competições femininas, que exerce há um ano e meio.

Segundo nota divulgada pela CBF, a decisão pela saída de Duda (que entrou na entidade junto de Aline) foi tomada na quarta-feira (12), de forma conjunta, pelo presidente em exercício Ednaldo Rodrigues e pelo vice Gustavo Feijó. No comunicado, a Confederação agradece à ex-dirigente “pela dedicação com que desempenhou a função e deseja sucesso em seus próximos desafios”.

A própria Duda comunicou, na quarta, que estava deixando a CBF. A agora ex-coordenadora de seleções femininas se manifestou em publicação no Instagram, onde elencou ações realizadas ao longo de um ano e meio no cargo.

“Mudamos a maneira de pensar a formação de jogadoras e, principalmente, profissionalizamos a organização das seleções. Não apenas as profissionais, mas desde as categorias de base, porque é assim que sempre acreditei que o futebol feminino poderia finalmente vingar. Acompanhei de perto a explosão de campeonatos nacionais e equipes cada vez mais fortalecidas. Pude organizar boa parte de um ciclo olímpico conturbado, em meio a uma pandemia. Vi florescerem, com um método jamais visto antes, muitos novos talentos para representarem o Brasil nos próximos anos. O nosso sonhado ouro não veio, mas ficou a certeza de que, com as mulheres como protagonistas, o futebol feminino brasileiro tem um caminho aberto brilhante para o futuro”, escreveu Duda.

Leia Também:  Elias comanda vitória do Grêmio sobre Caxias pelo Campeonato Gaúcho

O primeiro compromisso da seleção feminina em 2022 será o Torneio Internacional da França, entre 16 e 22 de fevereiro, na cidade de Caen. Além das anfitriãs, as brasileiras terão Holanda e Finlândia como rivais. O principal desafio do ano será a Copa América, de 8 a 30 de julho, na Colômbia. A competição é classificatória para a Copa do Mundo do ano que vem, que será realizada na Austrália e na Nova Zelândia.

Edição: Fábio Lisboa

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ESPORTES

Na volta ao circuito mundial, Rafaela Silva é ouro em Portugal

Publicados

em


A brasileira Rafaela Silva foi campeã do Grand Prix de Almada, em Portugal, na categoria até 57 kg nesta sexta-feira (28). Esse foi o primeiro ouro da campeã olímpica em 2016 dentro do Circuito Mundial desde que ela retornou da suspensão de dois anos por doping.

O retorno da atleta aos torneios havia ocorrido no final da temporada de 2021. Na primeira competição internacional depois de retornar as disputas, em novembro de 2021, Rafaela havia sido eliminada na primeira luta no Azerbaijão. Ela já tinha conquistado também o Mundial Militar em 2021, mas o torneio não faz parte do Circuito Mundial da modalidade.

Na decisão do ouro, nesta sexta-feira, a carioca passou pela holandesa Pleuni Cornelisse por ippon. Ao subir no lugar mais alto do pódio, ela somou 700 pontos no ranking mundial. Na campanha que culminou com o ouro, Rafaela passou pela suíça Evelyne Tschopp, a tcheca Vera Zemanova e a sul-coreana Eunsong Park antes da final.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Campeonato Mineiro: Atlético busca empate com Villa Nova na estreia
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA